Senhores Presidentes, Senhor Primeiro-Ministro,

Senhor Kamath, Presidente do Novo Banco de Desenvolvimento,

Senhor Jackson Schneider, presidente de turno do Conselho Empresarial do BRICS,

Senhoras e senhores,

 

Agradeço os relatos apresentados e saúdo a presença dos membros do Conselho Empresarial do BRICS e dos representantes do Novo Banco de Desenvolvimento.

A presidência de turno brasileira privilegiou a busca de resultados concretos, que gerem efeitos positivos para as sociedades dos países membros. A área econômica e os interesses do setor privado merecem destaque nesse contexto.

Uma das prioridades da presidência de turno brasileira do BRICS foi justamente aproximar o CEBRICS ao NDB, de modo a estimular o diálogo direto e o conhecimento das demandas do setor privado.

Essa prioridade reflete também o objetivo do governo brasileiro de recuperar a economia nacional por meio da desestatização, do investimento privado e de uma ampla agenda de reformas em favor do equilíbrio fiscal e da melhora do ambiente de negócios.

Reitero minha confiança no potencial desse mecanismo para promover discussões em diversos setores de fundamental relevância para nossas economias e contribuir para o objetivo maior de tornar nossas sociedades mais prósperas.

Asseguro aos integrantes do CEBRICS, em particular aos empresários brasileiros, que seguirei pessoalmente empenhado em reerguer nossa economia, levando adiante as reformas de que o país precisa.

Dirijo agora minhas palavras ao Presidente do NDB e seus Vice-Presidentes.

Esta Cúpula marca cinco anos da assinatura do Acordo Constitutivo do NDB, ocorrida em Fortaleza, em 2014. O banco é um dos resultados mais visíveis do BRICS e um aliado importante no esforço de garantir o adequado financiamento de infraestrutura sustentável.

Os números mostram que é preciso trabalharmos juntos para superar o desequilíbrio, em desfavor do Brasil, na carteira de financiamentos do NDB.

Como as senhoras e os senhores sabem, caberá a um brasileiro a presidência do NDB a partir de meados do próximo ano. Estejam certos de nosso especial empenho em indicar alguém que possa trabalhar ativamente para que o Banco se consolide definitivamente e cumpra sua missão institucional.

Muito obrigado.

 

Reassumo agora minhas funções como Presidente da sessão.

Em não havendo outras observações, cumprimos nosso programa substantivo.

O último item da agenda diz respeito à conclusão dos trabalhos. Quero agradecer aos Chefes de Estado e de Governo e a suas delegações por haverem contribuído para o êxito deste encontro.

Terei a oportunidade de reiterae essa gratidão e os melhores votos à próxima presidência por ocasião do almoço de encerramento, em seguida.

Muito obrigado e parabéns a todos que fizeram desta Cúpula um sucesso.